SOBRE O PRÊMIO MARGEM DE FOTOGRAFIA 2020

O Prêmio Margem de Fotografia é uma ação de reconhecimento e promoção da FOTOGRAFIA POTIGUAR. Este prêmio se constitui como parte do projeto “Atlas da Fotografia Emergente Potiguar”, realizado pelo Margem Hub de Fotografia, aprovado no edital de Economia Criativa 2020 do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae RN), com patrocínio do SICOOB RN e apoio de Bólide 1050, Editora Deu na Telha, Espaço Duas e Rede de Produtores Culturais de Fotografia do Brasil. Por meio de convocatória aberta, objetivou-se selecionar 10 (dez) ensaios fotográficos autorais para premiação com exposição coletiva e publicação em livro coletânea.

O projeto tem por objetivos o fortalecimento das Artes Visuais Contemporâneas do Rio Grande do Norte, com ênfase no estímulo aos processos de criação, produção, difusão, pesquisa, memória e formação no campo da fotografia. Bem como, de ampliar a reflexão e a experiência artística, a formação de mercado e a circulação e difusão da fotografia emergente produzida no Rio Grande do Norte. 

Na convocatória, foram inscritos 114 (cento e catorze) ensaios autorais, dentre os quais 35 (trinta e cinco) trabalhos foram pré-selecionados, sendo divulgados nas redes sociais do projeto (para acompanhar, sigam: @premiomargemdefotografia) e podem ser conferidos também aqui em nossa mostra virtual. Foram contemplados, dentre os ensaios pré-selecionados, 10 (dez) trabalhos finalistas e tivemos a destinação de mais 8 (oito) trabalhos com menções honrosas - estes que também constarão na publicação do livro-coletânea de trabalhos potiguares junto aos ensaios finalistas e artistas convidados. Como resultados do projeto apresentam-se, então, mapeamento dentre essas submissões e produção autoral potiguar, bem como, entrega de novos suportes de divulgação de diversos trabalhos produzidos por quem faz fotografia a partir do estado do Rio Grande do Norte.

MAPEAMENTO DA FOTOGRAFIA POTIGUAR
1_1.jpg
TRABALHOS PRÉ-SELECIONADOS                              Ver resultado final >
Alessandra Dutra - “EXUemti”
Alexandre Santos - “Pequenos perfis de cidadãos comuns”
Alex Oliveira - “Transflorescer”
Allana Rocha - “O sagrado feminino”
André Chacon - “Corpo desabrigo”
Attson - “AMar”
Augusto Ratis - “Sertanejo: tradição e fé”
Augustos - “De maré: sociabilidades e festejos ribeirinhos”
Bia Duarte - “Copo meio cheio ou meio vazio?”
Brunno Martins - “Interdição”
Camille - “Cheio de nada”
Caroline Macedo - “A confusão dos dias”
Damião Paz - “A última lavadeira”
Emerson Ribeiro - “Padecimento”
Everson Andrade - “Onde o samba tomou a cidade”
Ewerton Rangel - “Abate humanitário”
Filipe Silva - “Kaborë skate”
Guesc - “Delírios sobre a loucura urbana//JUL2020”
Ian Rassari - “Corprolixo”
Jessica Bittencourt - “Pilares vivos”
Laiza Ferreira - “Memória ancestral”
Larissa Marinho - “Penumbra”
Lourena Kallahan - “Fêmea ferida”
Luana Tayze - “Adentro de nós”
Lucas Haddad - “Androgine”
Marcone Soares - “Redescobrindo isolamentos”
Newton Silva - “Conspícuo”
Osani - “Pupá”
Pedro Lucas - “Um recorte do trabalho informal na zona leste potiguar”
Raul Gama - “Outdoors”
Ricardo Mesquitta - “Dobras”
Silvia Batistuzzo - “É na praia…”
Tatu / Tatiany Barros - “Ocupação em autorretrato”
Telma Oliveira - “Tô inteira”
Zé Lucas - “Corpo abandono”

  • Instagram

© 2017 Margem Hub de Fotografia - Natal | Brasil

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon