Buscar
  • Paula Lima

4 passos para construir um (re)encontro visual na quarentena + bônus



Todo mundo aí cuidando da sua saúde e de familiares nessa pandemia de coronavirus?


Esse momento de isolamento social pode ser uma época difícil, especialmente para aquelas pessoas que não moram com seus familiares ou amig@s e já estão há muito tempo sem poder ver e abraçar seus entes queridos, correto?


Ao completarmos mais de um mês de quarentena aqui, nós da Margem resolvemos compartilhar com vocês essas dicas, em forma de passo-a-passo, que podem ajudar a criar momentos de troca, lembranças e conversas bacanas, mesmo virtualmente. O resgate e troca virtual de fotos antigas, particularmente, já era um costume da minha família e o que aprendemos com eles vou repassar para vocês:



1. Separe o álbum daquele momento especial que você mais gosta


Parece uma dica fácil, mas pode não ser tão legal resgatar aquele momento polêmico, uma "celebração" que ninguém gostou ou algo que pode suscitar lembranças muito doloridas, caso você não esteja no clima. Ah, pode valer também fotinhas antigas do Fb e outras redes sociais, mas consideramos que uma parte preciosa da experiência é pegar no papel, tocar nas pessoas (da foto) e poder sentir o cheiro daquelas lembranças - os alérgicos que se cuidem!



2. Depois vamos escannear as fotos importantes do álbum


Essa etapa é útil também para as pessoas que querem um "backup" de seus álbuns para preservar. Para as pessoas que não tiverem scanner, vale tirar uma foto daquela que está impressa. No caso da foto-da-foto, deve-se tentar não cortar ninguém. Uma boa dica é tentar apoiar o celular ou a câmera pra conseguir focar melhor, além de tentar evitar reflexos. Apesar de que, para essa experiência especial, tenho certeza que vovós ou amig@s não vão se incomodar com algumas imperfeições, o importante são as lembranças e a conversa.



3. Agora chega o momento de enviar para as pessoas queridas


Já foi uma experiência legal matar as saudades sozinh@, certo? Para ir além, é só enviar os arquivos escolhidos por Whatsapp, ou meio virtual de sua preferência, para seus grupos/contatos mais queridos. Vale grupo da família, das amizades, inbox, o importante é compartilhar.



4. Por fim (ou inicio), vamos conversar!


Esse é o momento do encontro virtual. As fotografias enviadas são uma forma de externar que nos lembramos, de abraçar virtualmente, vão provocar risadas, compartilhar emoções... Sabe uma conversa que pode ser aquela visita sem visitar? Quem não gosta de uma nostalgia?


Bem, não sei vocês, então contem aí nos comentários.

Se gostaram, manda pr@s mig@s e diz pra gente como foi a experiência.


Bons (re)encontros!




+ #DicaBônus:



Além do reencontro com as memórias mais antigas, que tal aproveitar esse momento em casa para criar novos álbuns de fotografia? Com o avanço da fotografia digital, temos "estocado" virtualmente uma quantidade de imagens enorme.


Nesse passo bônus, sugerimos que separe suas fotografias favoritas que estão apenas nas redes sociais ou dispositivos eletrônicos e as imprima. Pode ser em casa mesmo, inicialmente, com as folhas que já possua aí mesmo, ou encomendando um papel de gramatura maior ou fotográfico, quando puder. É perceptível como nossa experiência com a fotografia - com tato e cheiro - se torna outra ao vermos nosso trabalho e nossas fotos com @s amig@s palpáveis nas nossas mãos. Além de que será um ótimo passatempo montar seu próprio álbum de recordações.


© 2018 Margem Hub de Fotografia - Natal | Brasil

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon